Importância do Tratamento de Água


A água cobre 75% da superfície da Terra. Deste total, 97,4% é salgada, e está presente nos mares e oceanos. A água doce, portanto, não chega a 3%, sendo que 90% desse volume corresponde a geleiras e apenas o restante está nos rios, lagos e lençóis subterrâneos. Daí a importância da preservação dos mananciais.

 

Para que possa ser consumida, sem apresentar riscos à saúde, ou seja, tornar-se potável, a água tem que ser tratada, limpa e descontaminada. Tratamento de água é um conjunto de procedimentos físicos e químicos que são aplicados na água para que esta fique em condições adequadas para o consumo, ou seja, para que a água se torne potável. O processo de tratamento de água a livra de qualquer tipo de contaminação, evitando a transmissão de doenças.

 

A Sanesul capta água dos rios e córregos por meio de bombas. Esta água é conduzida, através das adutoras de água bruta, até as estações de tratamento de água, também chamadas ETAs. Ali é transformada em água limpa, saudável.

 

Em uma Estação de Tratamento de Água, o processo ocorre em etapas:

 

 - Coagulação: quando a água na sua forma natural (bruta) entra na ETA, ela recebe, nos tanques, uma determina quantidade de sulfato de alumínio. Esta substância serve para aglomerar (juntar) partículas sólidas que se encontram na água como, por exemplo, a argila.

 - Floculação - em tanques de concreto com a água em movimento, as partículas sólidas se aglutinam em flocos maiores.

 - Decantação - em outros tanques, por ação da gravidade, os flocos com as impurezas e partículas ficam depositadas no fundo dos tanques, separando-se da água.

 - Filtração - a água passa por filtros formados por carvão, areia e pedras de diversos tamanhos. Nesta etapa, as impurezas de tamanho pequeno ficam retidas no filtro.

 - Desinfecção - é aplicado na água cloro para eliminar microorganismos causadores de doenças.

 - Fluoretação - é aplicado flúor na água para prevenir a formação de cárie dentária em crianças.

 - Correção de PH - é aplicada na água uma certa quantidade de cal hidratada ou carbonato de sódio. Esse procedimento serve para corrigir o PH da água e preservar a rede de encanamentos de distribuição.

 

 

Quando a água é captada de mananciais subterrâneos, por meio de poços, não é necessário que ela seja tratada em uma ETA. Apenas recebe dosagens de cloro e flúor nos reservatórios.

 

O sistema de água potável é um conjunto de estruturas, equipamentos e instrumentos destinados a produzir água de consumo humano a fim de entregá-la aos usuários em quantidade e qualidade adequadas, tendo um serviço contínuo a um custo razoável. Os sistemas de abastecimento de água geralmente contêm os seguintes componentes: obras de captação, estação de tratamento, redes de distribuição e conexões domiciliares.

 

Produzir água potável não é fácil. Requer grandes investimentos para construir estações de tratamento e comprar os insumos necessários para purificá-la, além de constantes análises laboratoriais para garantir que as normas de qualidade estão sendo cumpridas. Nos 11 laboratórios da Sanesul, são feitas  análises de 5.100 amostras mensais.  Os Laboratórios Regionais realizam 5.000 amostras por mês em (Cor, pH, Turbidez, E. coli e Bac Heterotrófica). Ou seja, são analisados aproximadamente 25.000 parâmetros analisados por mês. (5000 amostras x 5 parâmetros).

 

Após todo o trabalho da Sanesul na captação, tratamento, análises e distribuição, é importante que a população também faça a sua parte para garantir que a água continue em perfeitas condições de ser consumida, como realizar a limpeza da caixa de água a cada 06 meses e verificar se as tubulações de suas residências estão em boas condições, sem vazamentos, por exemplo.