Dicas Úteis - Termos Técnicos


 ÁGUA

 Adutora – Canalização principal de um sistema de abastecimento de água situada,geralmente, entre a captação e a estação de tratamento, ou entre esta e os reservatórios de distribuição.

Água Bruta – Água de uma fonte de abastecimento, antes de receber qualquer tratamento.

Água Tratada – Água de uma fonte de abastecimento, submetida a um tratamento prévio, através de processos físicos, químicos e biológicos com a finalidade de torná-la apropriada ao consumo humano.

Alimentador Predial - Canalização destinada a abastecer o imóvel, situada entre o cavalete e a válvula de flutuador (bóia) do reservatório de água do imóvel ou entre o cavalete e a primeira derivação, no caso de não possuir reservatório próprio.

By-pass (Desvio do fluxo de água) – Desvio irregular do fluxo de água do ramal, efetuado pelo Cliente ou terceiros, diretamente para o imóvel, sem a medição através do hidrômetro; Desvio do fluxo de água na rede pública, pela Sanesul, para manutenção do abastecimento intermitente.

Cavalete - Conjunto padronizado de tubulações e conexões, destinado à instalação do hidrômetro, situado no Ramal Predial.

Desperdício - Água perdida na rede interna do imóvel, em decorrência do uso inadequado ou vazamentos; esbanjamento.

Derivação - Intervenção de terceiros no ramal predial de água, alterando propositadamente o padrão de ligação domiciliar sem o devido conhecimento da Sanesul, caracterizando uma Ligação Clandestina ou um By-Pass.

Estação de Tratamento de Água (ETA) - Unidade operacional do sistema de abastecimento de água, constituída de equipamentos e dispositivos que permitem tratar através de processos físicos, químicos e biológicos a água bruta captada, transformando-a em água potável para consumo humano.

Estanqueidade - Perfeita vedação de um reservatório de água.

Extravasor – Canalização destinada a escoar eventuais excessos de água dos reservatórios.

Hidrante - Aparelho de utilização apropriada à tomada de água para combate de incêndio.

Hidrômetro - Aparelho, destinado a medir e registrar, instantânea e cumulativamente, o volume de água que por ele passa.

Instalação Predial de Água - Conjunto de canalizações composto pelo alimentador predial, cisterna e/ou reservatório superior e a rede interna do imóvel.

Ligação Predial de Água - Ponto de conexão do ramal predial do imóvel à rede pública de distribuição de água.

Ramal Predial - Canalização compreendida entre a rede pública de abastecimento de água e o cavalete, inclusive.

Rede de Abastecimento de Água - Conjunto de canalizações e partes acessórias situada em via pública, destinado a distribuir a água tratada à população.

Rede Interna de Água - Conjunto de canalizações de água da edificação, inclusive o alimentador predial.

Registro de Passagem - Aparelho instalado na canalização de água, com a finalidade de interromper o fluxo ou vazão da água.

Reservatório Inferior (Cisterna) – Reservatório de água instalado entre o alimentador predial e a estação de bombeamento do prédio.

Reservatório Superior ( Caixa d’Água) – Reservatório destinado a armazenar e distribuir água no imóvel.

Sistema de Abastecimento de Água (SAA) – Conjunto de canalizações, reservatórios e estações elevatórias destinados ao abastecimento de água.

Válvula de Flutuador (Bóia) - Peça destinada a interromper a entrada de água nos reservatórios, quando atingir o nível máximo de água.

 

ESGOTO

Águas Pluviais – águas oriundas da precipitação atmosférica.

Águas Residuárias – são todas as águas servidas, oriundas de esgoto doméstico, hospitalar ou industrial.

Caixa de Gordura – Caixa instalada no terreno do imóvel que retém gorduras das águas servidas evitando o encaminhamento de grandes quantidades das mesmas ao sistema público de esgotamento sanitário, a exemplo dos restaurantes, hotéis, cozinhas residenciais e industriais.

Caixa de Inspeção Externa - Caixa situada na calçada da via pública, em frente ao imóvel, que tem por finalidade a inspeção e desobstrução das canalizações de esgoto, efetuada exclusivamente pela Sanesul.

Caixa de Inspeção Interna - Caixa de inspeção opcional, instalada pelo Cliente na parte interna do imóvel, recomendada para a finalidade de desobstrução do subcoletor.

Caixa de Retenção de Sólidos – Caixa instalada no terreno de imóvel com atividades hospitalares, laboratoriais, industriais de pequeno porte ou postos de gasolina, açougues, etc, para reter os sólidos das águas servidas, evitando o encaminhamento de grandes quantidades de matérias graxas ao sistema público de esgotamento sanitário.

Coletor Predial - Canalização compreendida entre a rede pública de esgotamento sanitário e a caixa de inspeção externa situada no passeio público.

Despejos Domésticos - Resíduos líquidos resultantes do uso da água pelo homem, em seus hábitos higiênicos e necessidades fisiológicas, bem como em atividades de limpeza doméstica e de trabalho.

Despejos Especiais - Resíduos líquidos resultantes do uso de água para fins industriais ou hospitalares, cujos despejos devem, pela sua natureza, ser tratados previamente pelo Cliente, antes de serem lançados na rede pública de esgotamento sanitário.

Esgoto Pluvial - Resíduo líquido, proveniente, de águas de chuva, que não se enquadra como industrial ou sanitário.

Esgoto Sanitário – Despejo líquido constituído do esgoto doméstico e especiais.

Estação Elevatória de Esgoto – Unidade destinada para operação do bombeamento do sistema de esgotamento sanitário da Sanesul, objetivando transportar os efluentes de um nível inferior para um nível superior.

Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) - Unidade operacional do sistema de esgotamento sanitário, constituída de equipamentos e dispositivos que permitem receber resíduos complexos que, através de processos físicos, químicos e principalmente biológicos, transformam-se em resíduos mais simples, absorvidos pelo meio ambiente.

Fossa Séptica – Unidade de sedimentação e digestão, destinada ao tratamento primário de esgotos sanitários.

Instalação Predial de Esgoto – Vide Rede Coletora Interna.

Ligação Predial de Esgoto - Ponto de conexão do coletor predial do imóvel à rede pública de esgotamento sanitário da Sanesul.

Poço de Visita – Dispositivo de alvenaria e/ou concreto, interposto na rede pública de esgotamento sanitário, com a finalidade de inspeção, desobstrução ou mudança de direção.

Rede de Esgotamento Sanitário - Conjunto de canalizações de propriedade da Sanesul, situado em via pública, que tem a finalidade de coletar e tratar os despejos domésticos e especiais da comunidade.

Rede Coletora Interna - Conjunto de canalizações, equipamentos e dispositivos instalados pelos Clientes no imóvel, até à caixa de inspeção externa, situada no passeio público.

Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) – Designa coletivamente todas as unidades necessárias ao funcionamento de um sistema de coleta, transporte, tratamento e disposição final dos esgotos de uma área ou de uma comunidade.

Subcoletor - Canalização compreendida entre a caixa de gordura, caixa de inspeção interna (opcional) e a caixa de inspeção externa, que conduz todos os resíduos do imóvel para a rede de esgotamento sanitário da Sanesul.

Volume Coletado de Esgotos – Quantidade de esgoto lançada na rede pública de esgotamento sanitário

Fonte: Companhia Catarinense de Águas e Saneamento