ATENDIMENTO 24H: 0800 067 6010 / SAC: SAC0800@SANESUL.MS.GOV.BR

Unidades Regionais em ação: GERNV

Fazem parte da regional de GERNV as cidades de Naviraí, Tacuru, Sete Quedas, Mundo Novo, Juti, Japorã, Itaquiraí, Iguatemi, Eldorado e Caarapó
Escrito por ACOM/SANESUL
12/02/2021 09:06:25    


Foto: Melissa/Acom

ETE em Iguatemi

Naviraí é um dos municípios mais importantes da região Sul do Estado, a Sanesul já concluiu em Naviraí um montante em obras equivalente a R$ 11,8 milhões, investimento aplicado tanto na ampliação do sistema de água tratada como no esgotamento sanitário. Em 2018, foi contemplado com o programa Avançar Cidades, um dos maiores valores recebidos, e passa pelas obras neste momento. Parte desse recurso foi licitado e a Sanesul já está executando a construção de mais 86 km de rede coletora de esgoto, 5.766 ligações domiciliares de esgoto, construindo três elevatórias, e demais obras do sistema. Em 2021, a Sanesul deve licitar o restante e finalizar a ampliação da rede de coleta. Na atual gestão do governo do estado, a empresa investe R$ 35,1 milhões de reais em obras de água e esgoto.

Mundo Novo, nos últimos 5 anos, o governo do estado e Sanesul garantiram cerca de R$ 20 milhões de reais em saneamento.  São recursos aplicados tanto na ampliação do sistema de abastecimento de água como na implantação do sistema de esgotamento sanitário. Mundo Novo já comemora a chegada da implantação do sistema de esgotamento sanitário, um sonho antigo dos moradores da cidade que fica no extremo-sul do Estado de Mato Grosso do Sul. O recurso para as obras é de R$ 5,1 milhões da Funasa e também Sanesul. Além disso, o município tem garantidos mais R$ 12,7 milhões do programa Avançar Cidades.  

Em Juti, a obra mais importante da cidade, a Estação de Tratamento de Esgoto – ETE, foi concluída no município de Juti em 2020. São duas lagoas e demais estrutura para atender a demanda pelo tratamento do esgoto doméstico dos imóveis. O investimento em saneamento foi de R$ 2,5 milhões de reais. Além da construção da ETE, também foram executados 4.328 metros de rede coletora de esgoto e 161 ligações domiciliares de esgoto. A Estação de Tratamento de Esgoto tem capacidade de tratar 5,5 litros de esgoto bruto por segundo. As obras foram realizadas com recursos provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) do Governo Federal - via Fundação Nacional de Saúde - Funasa, e da própria Sanesul.

O Município de Japorã passou por obras do Sistema de Esgotamento Sanitário- SES.

Poço do sistema de abastecimento em Mundo Novo

O investimento foi proveniente do Programa Avançar Cidades, viabilizado pela Sanesul junto à Caixa. Todo Centro da cidade já tem rede de coleta de esgoto, alem de outros bairros. Em Itaquiraí o plano de investimento da Sanesul inclui a implantação do sistema de esgotamento sanitário. Na atual gestão do Governo do Estado, a empresa investiu fortemente em água tratada, R$ 2,3 milhões, universalizou o serviço para toda a população.

Em Iguatemi, as obras da Sanesul irão triplicar a cobertura de esgotamento. Há recursos garantidos do Programa Avançar Cidades - convênio com a Caixa Econômica, para um pacote de obras que contempla a construção de 37,6 km de rede de esgoto e 1.627 novas ligações domiciliares.

Eldorado faz parte do plano de universalização do serviço de esgotamento sanitário. O projeto do governo do estado prevê a disponibilidade de coleta e tratamento de esgoto para todos os imóveis e residentes na cidade.

Em Caarapó, a Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul vai investir forte no Esgotamento Sanitário e garantiu junto à Caixa, recursos do programa Avançar Cidades, para execução de redes de coleta de esgoto em todo o município. Na atual gestão do Governo do Estado, há investimentos de R$ 20,4 milhões em água tratada e esgotamento sanitário.

Tacuru é uma das cidades com maior índice de esgotamento sanitário, mais de 80%. A ETE- Estação de Tratamento de Esgoto foi construída com recursos de convênio com a Funasa e da própria Sanesul.  A Sanesul faz questão de lembrar aos habitantes de Tacuru que os investimentos não param. A partir desde ano, o governo do estado e a Sanesul vão universalizar o esgotamento na cidade.

No município de Sete Quedas,  a Sanesul avançou com a obra de construção da ETE - estação de tratamento de esgoto, que vai ter capacidade de tratar até 10 litros do esgoto bruto por segundo. O recurso é da própria Sanesul no valor de R$ 3,1 milhões de reais. No mesmo pacote de investimento serão construídos: elevatória, laboratório, emissário final, ligações domiciliares de esgoto entre outras obras complementares do sistema. Atualmente, 24% das obras estão concluídas.