Publicado em 14/06/2019 14:06:45    

Obras de engenharia em Jardim vão melhorar o fornecimento de água

A Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) iniciou a execução de um projeto de engenharia que irá melhorar a distribuição de água na cidade

Trabalhos já estão sendo executados

A Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) iniciou a execução de um projeto de engenharia que irá melhorar a distribuição de água na cidade, otimizando os trabalhos de manutenção, reduzindo as perdas, além de evitar o desabastecimento de água na cidade.

O engenheiro Antonio Arashiro, da Gerência de Sistemas de Abastecimento de Água (Gesaa) da Sanesul, explica que para isso serão feitas obras de setorização. Esses trabalhos são, na verdade, uma divisão nas redes de distribuição de água em cinco partes chamadas de distritos de manutenção e controle. O projeto é desenvolvido pela Gesaa em conjunto com a Gerência Regional da Sanesul em Jardim.

Atualmente, o sistema de abastecimento de água na cidade ocorre da seguinte maneira. Após a água receber tratamento adequado na Estação de Tratamento (ETA), ela vai para os reservatórios da Sanesul. De lá é distribuída por meio de redes diretamente para as residências.

Quando há um rompimento em alguma rede, é preciso parar o fornecimento de água em toda a cidade para que os reparos sejam realizados, consequentemente surge à falta de água.

Com o projeto de engenharia que está sendo executado pela Sanesul, a cidade de Jardim será dividida em cinco partes para fins de distribuição de água, sendo que, cada parte abrange vários bairros da cidade.

Obra irá melhorar abastecimento de água

Dessa forma, a água sairá dos reservatórios diretamente para esses cinco distritos (partes) de forma setorizada.

Caso ocorra algum problema em um bairro específico, a equipe técnica da Sanesul irá interromper o abastecimento de água de apenas um distrito, ou seja, apenas uma parte da cidade será afetada com desabastecimento até que os reparos sejam concluídos.

O engenheiro da Sanesul, Alexandre Santos Monteiro, complementa que estas divisões, além de facilitar as manutenções de redes, isolando apenas a parte da cidade onde necessita da manutenção, também auxilia no controle de perdas de água, visto que cada entrada do distrito dispõe de um macromedidor (dispositivo para medição de vazão) que registra o volume mensal fornecido.  “Ao comparar o volume consumido por todos os usuários deste distrito, pode-se apurar a perda de água em cada localidade, assim é possível priorizar a região da cidade que necessita de maior foco da equipe de combate a perdas, otimizando o tempo de trabalho das nossas equipes”, explica ele.

O gerente da Gesaa, Elthon Santos Teixeira, ressalta que essa obra de setorização em Jardim faz parte do planejamento estratégico da estatal a fim de modernizar o sistema de abastecimento de água onde a Sanesul opera. Ele menciona ainda que em outras unidades também já fizeram esse tipo de obras e outras estão previstas para ocorrer em breve.



ACOM/SANESUL